Descrevendo Nuvens - Page 145 of 147 - Fotografia, comportamento e Lifestyle
03 • set • 2013
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

O amor em nós

Não existe regra no amor, ninguém nos ensina a amar, ninguém senta e fala “olha, funciona basicamente assim”! O amor não é manipulado, não é uma opção e sim uma condição..

Não existe matéria do amor, não se estuda na escola e nem aprende na rua… A gente simplesmente ama, e molda esse amor, e muda por ele, e sonha por ele, e faz loucuras, e grita e pula .. E ama.. Apenas ama, da forma mais simples, mais gostosa, mais incondicional…

Não da pra desenhar o amor, não da pra escrever o amor, nem cantar amor, não em sua real forma, pois ele não possui forma, não são corações, nem borboletas..

O amor, em sua simplicidade é o único capaz de mover o mundo, capaz de curar e de adoecer pessoas… Capaz de ser único, e ser belo ainda em suas cicatrizes..

03 • set • 2013
outros category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Esmalte minha vida

É gente o esmalte não foi inventado a pouco tempo essas coisas lindas de deus vem desde os tempos do Antigo Egito, vou lhe contar essa historia é quem escreveu foi a Rainer Sousa do blog historia do mundo deem uma olhada lá ..
Então apesar de tantos usos na contemporaneidade, o esmalte já integrava o cotidiano da realeza do Antigo Egito. Por volta de 3500 a.C., as mulheres egípcias aplicavam uma tintura de henna preta nas unhas. As cores mais vibrantes ficavam relegadas ao uso da família real e chegavam a despertar algumas preferências entre as rainhas do Egito. Cleópatra tinha uma clara preferência pela tonalidade vermelho-escura. Já Nefertiti tinha mais gosto pelo esmalte de tom rubi.

O mesmo poder de distinção social observado no uso do esmalte entre os egípcios também era perceptível entre os chineses. Em meados do século 3 a.C., o uso de tons vermelhos e metálicos (feitos com soluções de prata) significavam a ocupação de um lugar privilegiado na hierarquia social. Já entre os romanos, a pintura dava lugar a tratamentos com materiais abrasivos que faziam o polimento das unhas.
A tecnologia para o tratamento das unhas ficou relativamente estagnado até o século XIX. Nessa época, os cuidados se restringiam à obtenção de unhas curtas e que estivessem moldadas por uma boa lima. Em alguns casos, as unhas eram ligeiramente perfumadas com óleo e polidas com uma tira de couro. Numa época em que o recato era uma importante virtude, a extravagância dos esmaltes não seria nenhum pouco prestigiada.
Até essa época, uma das grandes descobertas foi a invenção do palito até hoje utilizado para a remoção das cutículas. No começo do século XX, os esmaltes começaram a recuperar espaço com o uso de soluções coloridas que não permaneciam fixadas mais do que algumas horas. Somente em 1925, durante estudos que desenvolviam tinturas para carros, foram descobertas as primeiras soluções que se assemelham com os esmaltes de hoje.
Na sua primeira versão, o produto era de um tom rosa-claro e era aplicado no meio das unhas. Chegando à década de 1930, já podemos notar que a “pintura” nos dedos do pé e da mão fazia muito sucesso entre as grandes estrelas do cinema hollywoodiano, como Rita Hayworth e Jean Harlow. No ano de 1932, os irmãos Charles e Joseph Revlon custearam a invenção de um novo tipo de esmalte, mais brilhante e com um leque variado de tonalidades.
Nas décadas seguintes, vemos que a tecnologia empregada foi se tornando cada vez mais complexa. As unhas postiças parecem como uma boa alternativa de se chamar a atenção sem gastar horas na manicure. Há poucos anos foram disponibilizadas máquinas capazes de imprimir uma imagem digital nas unhas. Difícil é saber onde a indústria da beleza pode chegar a fim de atiçar a vaidade feminina.
02 • set • 2013
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Cartas para ele


E se eu sai-se daqui correndo? desse um jeito de encontrar ele! independente de onde ele esteja.
O destino e tão idiota ao invés de me fazer ficar perto de você me trouxe aqui a mais de 900 km da unica pessoa que eu amo. Sabe eu queria ter a coragem e a audácia de pegar um ônibus e correr direto para seus braços.
Você mesmo dando seus sumiços ainda consegue me fazer sorrir com um simples oi de vez em quando. Ridículo a forma que você me faz pensar em um futuro magico é tecnicamente impossível. Mas mesmo falando sobre essas coisas e nesse sumiço de dois meses, a noite eu leio nossas conversas guardadas no meu histórico com a esperança de talvez eu consiga ouvir aquelas palavras românticas e frases bem feitas de um  verdadeiro cavalheiro.
Preciso te encontrar o mais rapido possivel porque sou daquelas meninas que tem medo de perder ate o que não tem o que não é meu de verdade. Logo estarei indo meu amor logo estarei ai …

31 • ago • 2013
decoracao category image
Postado por:

Jess Ribeiro

inspiração ultra fofa

Canecas !

Canecas no dias de hoje não só servem para servir um bom chá, eu amo chá (mauahsh) como também servem para decorar, sim conheço pessoas que tem uma pequena parte da parede de sua cozinha só para colocar canecas cada uma mais linda que a outra.

Essas canecas super fofas dá aparecendo cada vez mais no mercado, seja ela apenas com rostinhos fofinhos ou com um desenho animado.

E é claro que essas canecas super fofas não iriam ficar só na cozinha, algumas vão para o quarto, para um cantinho fofo da escrivaninha para colocar canecas é lápis ou pinceis de maquiagem


30 • ago • 2013
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Sobre os erros

Quem nunca ouviu falar ” errar é humano” acho que essa frase é tão patética pelo simples fato que quando nos erramos sempre tem alguém ali para rir, ou para nos humilhar.
Acho que uma vida sem erros não tem diversão porque é nos piores erros e nos mais mais complexos desafios eu encontrei ele. O que é realmente engraçados e que nesses erros que saem as melhores lembranças aquelas que sempre vão ficar em nossa mente é em nosso coração.
Meus piores erros não foi a muito tempo conheci ele e com meu erro o perdi, eu não queria que se afastassem de mim. É eu escrevendo coisas erradas, no  dia errado, no ano errado é foi errando que ele ficou longe de mim.
Erro meu por talvez não ter a capacidade de ir para perto dele quando eu tive oportunidade, e erro do destino que me fez nascer tão longe do único que amei. Mas sabe como eu vou continuar a vida?
errando que apesar dos erros conheci ele e valeu a pena é quem sabe com esses mesmos erros eu consiga trazer ele de volta.

– Cartas para Ele

Tags:
30 • ago • 2013
dicas category image
Postado por:

Jess Ribeiro

O amor em si

Não existe regra no amor, ninguém nos ensina a amar, ninguém senta e fala “olha, funciona basicamente assim”! O amor não é manipulado, não é uma opção e sim uma condição..
Não existe matéria do amor, não se estuda na escola e nem aprende na rua… A gente simplesmente ama, e molda esse amor, e muda por ele, e sonha por ele, e faz loucuras, e grita e pula .. E ama.. Apenas ama, da forma mais simples, mais gostosa, mais incondicional…
Não da pra desenhar o amor, não da pra escrever o amor, nem cantar amor, não em sua real forma, pois ele não possui forma, não são corações, nem borboletas..
O amor, em sua simplicidade é o único capaz de mover o mundo, capaz de curar e de adoecer pessoas… Capaz de ser único, e ser belo ainda em suas cicatrizes..
Tags:
Páginas     «1 ...143144145146147... 147»

Último vídeo

Arquivo calendário

março 2017
DSTQQSS
« fev  
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Pinterest

  • butterfly tattoo / f
  • What insect is more
  • Preto Ombro Tatuagem
  • Veja nossa seleção c
  • Photo (Funambula)
  • Interior Designed: B
  • 20-salas-com-sofa-ro
  • Decoração na cor Azu
  • #penteadeira #ideia
Follow Me on Pinterest

Descrevendo Nuvens - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017 - Ilustração por Juliana Rabelo