Arquivo para Resenhas - Page 2 of 5 - Descrevendo Nuvens
13 • jul • 2015
resenhas category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Resenha Fotográfica: 1 pagina de cada vez

9

Viver 1 pagina de cada vez é um processo muito difícil, vivemos em um mundo que temos que ser rapido com tudo, a vida passa tão depressa que as vezes parece que os dias estão mais curtos. Vocês já pararam para pensar que estamos perdendo muita coisa boa nessa vida a maioria de nós não tem oportunidade de viajar todo fim de semana ou de estar perto daquela pessoa que ama porque tem que trabalhar e mora longe. Passamos por dias ruins e o livro 1 pagina de cada vez nós ajuda a desabafar, desestressar e descarregar todas as coisas ruins do nosso dia-a-dia.

43

O livro é super grosso e cada pagina nós propõem algo diferente e inovador, tem paginas que nos pede para contar um segredo, que pede para gente rabiscar até a raiva acabar outras que pede para a gente escrever frases de motivação.

211

O livro também ajuda a treinar a alto confiança que é algo que infelizmente é complicado, tem dias que nada nos faz sentir bem que nada está certo e que parece que nem deveríamos ter saído da cama. O livro nos ajuda a sorrir e também a descarregar coisas ruins.

10

Você não se sente a vontade muitas vezes porque tem que viver naquele patrão imposto pelo mundo do ”seja certinho” ”não erre” ”tem que ser perfeito” o livro vai te ensinar a parar com essas paranoias pois em muitas paginas você tem que escrever bem grande todas as suas inseguranças o seus medos e suas raivas.

13

No seu primeiro livro, o artista gráfico americano Adam J. Kurtz usa provocações divertidas como esta para fazer o leitor refletir sobre sua vida ao mesmo tempo em que testa a própria criatividade. Eu queria até abraçar esse autor porque ele me está me ajudando muito com esse livro.junto

Finn da hora da aventura decidiu fazer parte do post aparecendo em algumas fotos. O livro 1 pagina de cada vez é muito bom pelo fato de ser pequeno da para carregar na bolsa da para guardar em algum lugar mais escondido (tem segredos lá).

Para quem está querendo fugir um pouco da moda do livro para colorir esse livro é uma ótima opção. Você acha o livro para comprar na Saraiva e está com um preço super bom.

Espero que tenham gostado do post e da resenha fotográfica: 1 pagina de cada vez

Sem Título-1

Acompanhe o descrevendo nuvens:
Facebook do blog ♥ tumblr ♥ Meu facebook ♥ We heart It ♥ Pinterest o♥ Instagram

16 • jun • 2015
resenhas category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Resenha: CD Taylor Swift 1989

IMG_3423.JPGCom certeza um dos melhores CD que eu tenho. Taylor Swift lançou a pouco tempo o seu novo CD 1989 que com certeza deu um (chega para lá) no Country e reinou no pop. O CD começa já com a musica Welcome to New York que é muito boa que para mim simbolizou que ela cansou da menininha que era ela (ingenua na minha opinião ) para mostrar o mulherão que ela se tornou na cidade grande abraçando o pop, as diversidades cultural, a liberdade etc.

sakO que eu mais amei é que esse disco não é tão ”doloroso” igual o RED que tem musicas super românticas feita por ela sobre seus ex. Esse disco sobre a ansiedade e a liberdade e para quem tem mais de 20 anos e deseja isso mais do que tudo, para quem não se importa muito com a opinião dos outros e quer mais é viver feliz que é o que realmente importa.

descrevendo nuvens 5descrevendo nuvens 55

Esse CD realmente é maravilhoso, em todas suas musicas dá para perceber no que a Taylor de inspirou, no que ela estava pensando e tudo mais…

Explicando algumas musicas:

Out of the woods –  Ela explicou que a canção é sobre “a fragilidade e a natureza frágil de algumas relações. Esta era uma relação em que eu era uma espécie de viver o dia-a-dia se perguntando onde ele estava indo, se ele estava indo para ir a qualquer lugar, se ele estava indo terminar no dia seguinte

Wildest Dreams – Foi uma musica inspirada na sua BFF Lorde. Uma musica bem do estilo da amiga com muita delicadeza. A obra também apresenta uma gravação dos batimentos cardíacos de Swift, a qual serve como a batida da faixa

How You Get the Girl – descrita pela artista como um “manual de instruções para os homens.

All You Had to Do Was Stay –  quinta música, foi inspirada por um romance dos sonhos de Swift, em vez de um relacionamento da vida real. Ela lembrou: “Eu estava tentando falar com alguém importante (…) e isso é tudo que sairia da minha boca

Shake It Off –  Taylor explicou: “Eu aprendi uma lição muito difícil na qual as pessoas botem dizer os que elas quiseram sobre nós a qualquer hora, e nós não podemos controlar isso. A única coisa que podemos controlar é a nossa reação à isso”

Bad Blood –  Foi inspirada na briga que ela teve com a Katy Perry! Isso mesmo Kate tentou boicotar a Turne de Taylor ai essa musica foi inspirada nela. Leia o que a Taylor disse:

“Ela vinha até a mim em premiações, falava algo e saía e eu pensava ‘nós somos amigas ou ela acaba de me dar o maior insulto da minha vida?’. Aí, ano passado, ela fez algo terrível. E eu pensei ‘oh, somos inimigas’. E nem foi sobre um garoto. Tem a ver com negócios. Ela basicamente tentou boicotar uma turnê”.

This Love – originou-se de um poema escrito pela própria em 2013 que envolvia a música

Know Places –  A cantora disse que seu animal espiritual é uma raposa pela mesma razão know places contem raposas.

Clean – descreve a artista livrando-se de um vício metafórico; este número foi interpretado como uma rejeição da artista aos relacionamentos.

Wonderland – faz frequentes alusões ao livro Alice in Wonderland.

New Romantics – cujo título referencia o movimento New Romanticism é tematicamente similar à “Shake It Off”, uma vez que também trata das críticas em relação à Swift e seus fãs.

Blank Space –  Conseguiu repetir o sucesso conquistado pela anterior, listando-se nas dez melhores colocações em diversos países; nos Estados Unidos, fez de Swift a primeira mulher a suceder-se no topo da Billboard Hot 100. Sua letra parodia a recente exposição da cantora na mídia, que afirmou que ela era uma “devoradora de homens que namorava para compor canções

Style –  é uma das minhas musicas favoritas também e dizem que foi inspirada em um dos seus antigos romances.descrevendo nuvens - 1descrevendo nuvens - 3

As musicas do CD são:

  • Welcome To New York
  • Blank Space
  • Style Tradução
  • Out Of The Woods
  • All You Had To do Was Stay
  • Shake It Off
  • I Wish You Would
  • Bad Blood
  • Wildest Dreams
  • How You Get The Girl
  • This Love Tradução
  • I Know Places
  • Clean Tradução
  • Wonderland (Deluxe Bonus)
  • You Are In Love (Deluxe Bonus)
  • New Romantics (Deluxe Bonus)
  • I Know Places (Voice Memo) (Deluxe Bonus)
  • I Wish You Would (Voice Memo) (Deluxe Bonus)
  • Blank Space (Voice Memo) (Deluxe Bonus)

É um ótimo CD e você pode estar comprando ele na Submarino que está com um preço ótimo. (link para comprar) .Espero que tenham gostado do post Resenha: CD Taylor Swift 1989. Todas as fotos postadas aqui são as fotos que vem junto com o CD são lindas.

Acompanhe o descrevendo nuvens:
Facebook do blog ♥ tumblr ♥ Meu facebook ♥ We heart It ♥ Pinterest ♥ Instagram

16 • maio • 2015
resenhas category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Resenha Fotografica: Alice’s adventures in Wonderland & other stories

Apresentação do livro:
Tudo o que Lewis Carroll já publicada em forma de livro aparece neste volume. Além disso, pelo menos dez dos pedaços menores não têm aparecido na impressão, excepto nas suas edições originais. Incluem-se: “As aventuras de Alice no País das Maravilhas”, “Through the Looking-Glass”, “Sylvie and Bruno”, “Sylvie and Bruno Concluído”, “A Caça ao Snark” e todos os poesia, ensaios e fantasmagoria juntamente com uma coleção substancial de seus escritos diversos. “As aventuras de Alice no país das maravilhas & Outras Histórias” faz parte da série de volumes com capa de couro de qualidade “Barnes & Noble” ‘s.
Cada título da série apresenta uma obra clássica em uma edição com um design atraente encadernado em couro genuíno ligado, com belas ilustrações e endpapers de tirar o fôlego. Estes livros fazem adições elegantes a qualquer biblioteca em casa.
Título: Alice’s adventures in Wonderland & other stories
Autor: Lewis Carroll
Editora: Barnes & Noble
Número de páginas: 1184
E ai gostaram desse livro? Querem comprar? Então vocês acham aqui:
Saraiva ♥ Livraria Cultura ♥ Submarino ♥ Amazon
Acompanhe o descrevendo nuvens:
Facebook do blog ♥ tumblr ♥ Meu facebook ♥ We heart It ♥ Pinterest ♥ Instagram
07 • maio • 2015
resenhas category image
Postado por:

Joicy Kelly

Resenha: Como ter uma vida normal sendo louca

Eu to numa correria ultimamente que MEU DEUS DO CÉU EU VOU SURTAR SE
APARECER MAIS UM PROJETO!! hahahahahah
Mas tirei um tempinho pra vim fazer uma resenha pra vocês…
Recentemente, uma amiga me emprestou o livro “Como ter uma vida normal, sendo louca” , dizendo que achou que eu iria gostar. Bom, eu não gostei, eu amei!! Ri do começo ao fim, e gente, sério, é hilário!

                            
Eu acho que toda mulher, de todas as idades deveriam ler esse livro! E engraçado, descontraído e muito bem humorado.Trata-se de dicas, pra nos livrar de 30 situações comum no dia a dia das mulheres (ou não!!), de forma “phina”, criativa, e sem perder a classe.
É uma sátira na verdade, e as e soluções são as mais loucas e inusitadas possíveis, mas no fundo, tem um “Q” de realidade. São situações que uma hora ou outra acabamos passando, e muitas vezes, nós mulheres, agimos de forma louca mesmo! Eu acho que as autoras quiseram dar um: Alo!!! Você está exagerando nas loucuras diárias amiga, maneira ai!!
Basicamente, é aquele livro que vai te fazer rir sozinha quando umas das situações acontecer com você!
As dicas são as mais variadas e vão de: como se livrar de pessoas chatas no avião, como terminar com a melhor amiga, até como falar pra um amigo que ele fede.
 Eu quase morri de rir com alguns ensinamentos como:
 ♥Esqueça casacos tamanho PP no carro dos outros para ninguém perceber que você está acima do peso.

Quando você encontrar o boy que te deu um pé na bunda, justamente quanto estiver sem maquiagem e com roupas feias, diga que você tinha sido sequestrada, e acabou de ser libertada, e que os assaltantes te deram aquelas roupas pra vestir e te mantinham a base de batata frita, por isso você está com o cabelo e a pele oleosa! 


Vá a eventos de moda importantes, mesmo sem ser alguém da moda,  e contrate amigos pra dizerem que são seus fans no SPFW.

Frequente lançamentos de lojas, vernissages, exposições para comer e beber de graça quando você estiver no cheque especial
Além de tudo, o livro tem ilustrações lindas e divertidas! É completíssimo!

 

Ele foi escritos pelas lindas da Jana Rosa e  Camila Fremder e tem o prefácio assinado por ninguém menos que Gloria Kalil. Li e recomendo muito, pra quem está procurando uma leitura descontraída, engraçada e que foge completamente do padrão de livros de auto ajuda!
                                                                    
27 • fev • 2015
resenhas category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Resenha: Eu sou Malala

Eu li esse livro a muito tempo porém eu estava com muita preguiça de fazer resenha aqui no blog. Porque tanta preguiça Jess? Simplesmente não sei! Bom, chega de enrolação eu vou fazer essa resenha assim como eu faço as outras mostrando meus pontos de vista e sobre o que eu achei da historia algo bem resumido!

A historia se passa com Malala uma jovem que vivia no Paquistão no livro ela conta tudo que sofreu para conseguir estudar. 
Eu, quando comecei a ler o livro fiquei imaginando tudo que ela fez para ter seus direitos e comecei a pensar também no nosso país, um país que é ao contrario, muitas pessoas fogem da escola e ainda tem coragem de achar muita graça nisso.

Malala conta sobre toda a desigualdade que existe no país dela, ela foi a unica que teve a coragem de enfrentar tudo e mostrar ao mundo tudo que acontecia, ela pedia mudança e chorava pela igualdade. Para quem não sabe no Paquistão as mulheres são proibidas de irem a escola e são constantemente ameaçadas pelos grupos terroristas que existem por lá algumas restrições que tem por lá e totalmente diferente do que acontece aqui, alias acho que no Brasil nem restrições temos mais…

No país dela mulheres usam as famosas burcas, algumas mulheres preferem ser mais ousadas e apenas usam os lenços na cabeça, outras mulheres usam burcas que não da nem para enxergar o olho, elas não tem quase nenhum direito nesse país por causa das instabilidades politicas e religiosas ir para escola era um sacrifício mesmo assim Malala foi em frente e em um péssimo dia ela foi atingida na cabeça por um tiro à queima-roupa dentro do ônibus no qual voltava da escola. Poucos acreditaram que ela sobreviveria.
Mas ela mostrou ser bem mais forte do que todos, ela sobreviveu e acabou indo a Nova York. 
Ela só tem 16 anos e já ganhou ao Nobel da paz e ela luta todo dia pelos direitos das mulheres em seu país.

Como é diferente tudo que ela passou com o que nós passamos. Acordar 7 horas da manhã e ir reclamando para escola xingando o mundo por isso acontecer enquanto em outro país ignorante lutam para ter o mesmo direito que nós. 
É lamentável ver que tanta gente não dá valor no que tem, então quando você acorda nenhuma sexta-feira de manhã com preguiça e com raiva de ter que ir a escola, não se esqueça que muitas meninas perderam a vida para ter esse mesmo direito que você tem…

“Sentar numa cadeira, ler meus livros rodeada pelos meus amigos é um direito meu”, ela diz numa das últimas passagens do livro. A história de Malala renova a crença na capacidade de uma pessoa de inspirar e modificar o mundo.

Espero que tenham gostado da resenha. Vocês já leram esse livro? O que acharam?

12 • fev • 2015
resenhas category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Resenha do Livro: Não se apega, não

Eu deveria ter feito essa resenha a muito tempo para vocês porém eu não fiz porque fiquei com preguiça e o tempo não deixou. (sentiu eu tentando me desculpar de uma forma esfarrapada).
O livro escrito pela Isabela Freitas fala de uma forma única como se desapegar de tudo ainda mais de amores que não estão dando certo.
Um pouco da historia: 
ALERTA DE SPOILER
 Isabela sempre foi uma garota SUPER romântica, isso fazia com que ela sempre se encantasse por garotos errados é lógico que não é nada fácil achar o amor da sua vida mas ela meio que trocava de namorado sempre e por isso sempre sofria por amor. Até que ela decidiu ficar solteira de vez, ela decidiu amar ela primeiro para depois amar outra pessoa e ficou assim por um bom tempo. 
Seus melhores amigos era o Pedro e a Amanda. Pedro conhecia ema Isabela melhor que ela mesmo eles tinham uma amizade totalmente única é verdadeira apesar dos estilingues da Isabela; Pedro sempre tinha muita paciência e carinho para ajudar a amiga.
Pedro sempre foi popular é muito lindo eu até cheguei a achar que Isabela iria namorar ele no final. 
Amanda era a salvação de Isabela ainda mais se tinha alguma prova eram super amigas ao contrário de Isabela Amanda estava namorando e estava feliz por encontravam cara que gostava muito. 
Quando comecei a ler o livro pensei que ele falasse apenas de amor, de como se desapegar do passado e tudo mais, porém não era só isso o livro fala também de se desapegar de pessoas que não te fazem mais bem como uma amiga de Isabela que ficou com o ex dela (tenso) 
Além da amiga vaca que ela tinha ela teve que se desapegar a uma pessoinha que era especial para ela que eu não vou falar quem é porque já dei muito spoiler.
Vale muito a pena ler o livro ele nos mostra a outra face de nós mesmo que muitas vezes queremos esconder mostra que desapegar é essencial é que temos que nos amar a cima de tudo. 

sociais:

Facebook do blog /tumblr/Meu facebook/We heart ItPinterestInstagram

Páginas     12345

Último vídeo

Arquivo calendário

março 2017
DSTQQSS
« fev  
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Pinterest

  • butterfly tattoo / f
  • What insect is more
  • Preto Ombro Tatuagem
  • Veja nossa seleção c
  • Photo (Funambula)
  • Interior Designed: B
  • 20-salas-com-sofa-ro
  • Decoração na cor Azu
  • #penteadeira #ideia
Follow Me on Pinterest

Descrevendo Nuvens - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017 - Ilustração por Juliana Rabelo