Arquivo para conversas - Descrevendo Nuvens
25 • maio • 2015
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Meus pais não me entendem

Um dos assuntos que eu mais recebo por e-mail e sobre brigas familiares. A maioria fala que seus pais não entende, que sempre à brigas entre vocês, e nunca chegam em um ponto de paz e entendimento.

 

Quando somos adolescentes achamos que tudo precisa ser do nosso jeito, que nós somos os donos do nosso próprio nariz, e que nada pode acontecer porque temos razão…
Como vocês estão enganados! A não ser que você tenha plena certeza que seus pais te odeiam (impossível).
Nossos pais querem nos ver sempre bem, é por isso que eles nos colocam limites. Eles já foram adolescente também e já passaram por tudo que nós estamos passando.
Não é porque eles não te deixaram ir naquela balada no fim de semana que eles não te amam. Sem dúvida eles tiveram seus motivos para não deixar vocês saírem.
Os motivos podem dos seus pais pode ser:
Medo: simplesmente porque a violência nesse país é algo assustador, sempre que ligamos a TV vemos assassinatos, drogas, assaltos, etc.
Mas companhias: eu sei que vocês vão falar “mas eu não sou maria vai com as outras” pois bem, existe aquele velho ditado “me digas com quem andas que te direi quem tu és” esse ditado não mente se você tiver com alguém que é considerado pela sociedade como má companhia você automaticamente se torna uma má companhia também.
Proteção: seus pais não querem te prender querem te proteger! Isso é o maior motivo de todos para não te deixarem sair para lugares que eles consideram perigosos.
É meus queridos, são poucos os motivos  sitados aqui mas são os suficientes para seus pais.
Calma que eu não estou só do lado deles vou ajudar vocês a conseguirem mais a confiança dos seus pais para que você consiga aos poucos a liberdade e a confiança. Pare um minuto para pensar tudo que já aconteceu onde você está querendo ir. Já pensou? Então, nesse lugar com certeza já teve pelo ou menos um caso de assalto, ou um caso de facada, ou tiroteio… Não teve? Ah então tente conversar com seus pais explique detalhadamente o motivo de você querer sair e coloque um horário para si mesmo. Por exemplo:
 “Pai, minhas amigas vão sair para uma festinha. Prometo que chego as 11 horas” as 11 com certeza seus pais vão achar muito tarde fale as 10 assim a provabilidade deles aceitarem é maior e aos poucos você vai mostrando que tem a responsabilidade é que pode ficar até mais tempo em alguma festa.
Mostre aos seus pais seus amigos, conte a eles todos os pontos positivos, mostre que são todos boas companhias. Acredite isso funciona!
Não de motivos para seus pais não confiarem em você. Ai ainda lembro quando algumas colegas minhas chegavam bêbadas em casa melhor não comentar como elas estão hoje por não terem escutados seus pais.
Não beba, não fume; eu sei que nessa idade quase todos fazem isso, mas eles estão fazendo mal a si mesmo você não precisa disso para se divertir!
Adolescência é um dos momentos mais legais da vida e um dos mais difíceis também. E quando você precisa crescer e ter responsabilidade mas acredite seus pais estão aí só para ajudar não briguem com eles, converse mostre suas decisões que eles entenderão vai ser mais fácil para você mesmo se acreditar neles. Boa sorte, boa conversa e espero que tenha ajudado.Acompanhe o descrevendo nuvens:
Facebook do blog ♥ tumblr ♥ Meu facebook ♥ We heart It ♥ Pinterest ♥ Instagram
18 • maio • 2015
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Tempo de Mudança

Eu comecei o ano de 2015 com a seguinte frase: ”2015 um ano de mudança”.

Eu gritava por mudança, chorava por ela mas não percebia que essa mudança dependia apenas de mim. Ai como eu odiava olhar para o teto imaginar tudo que eu poderia ter se tivesse começado essa mudança à anos atras.
Que raiva que sinto de mim mesma por ter pensado que tudo cairia do céu e que minha vida melhoraria de um dia por outro, assim como magica. Que nada que tola eu fui!

Odiava ter que pensar que nada mudaria, que eu continuaria nessa vida calma, nessa vida sem mudança… Demoro mas eu percebi a mudança dependia apenas de mim! Apenas de mim, de mais ninguém! Correr atras até conseguir, persistir até ter.

Eu, posso dizer com todas as palavras e totalmente sem medo, eu estou conseguindo, eu estou realizando todos os meus sonhos. E eu vou chegar onde eu quero.
Texto pequeno, sim logico mas e quase um grito de alegria um desabado mais alegre da minha vida. Me contem o que vocês estão fazendo para conseguir o que querem?

Acompanhe o descrevendo nuvens:
Facebook do blog ♥ tumblr ♥ Meu facebook ♥ We heart It ♥ Pinterest ♥ Instagram

20 • abr • 2015
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

fear and insecurity

Dizem que a insegurança é uma das
coisas mais normais que existem. 

Todo mundo é inseguro ainda mais se
algo te incomoda. Eu por exemplo sou insegura com diversas coisas devo
confessar que isso me incomoda muito. 
Sou insegura quando falo, quando estou
entre pessoas novas, quando quero falar coisas de mim mesmo etc. 
A insegurança não pode nós prejudicar
ao ponto de não conseguirmos ser quem realmente nós somos, não deve impedir de
viver como deveríamos e de forma alguma deve atrapalhar nossa felicidade.
Quantas vezes você não fez ou agiu de
alguma forma por insegurança? Suas metas e sonhos depende de você mesmo de se
libertar de suas inseguranças. 
Como eu queria, eu deveria, eu não
fiz, eu não vou conseguir! São palavras que nos assombram e vários momentos da
nossa vida são palavras que pode nos deixar presos por diversos anos. 
Sabe, eu costumo me fazer de forte e
segura assim talvez um dia toda essa farsa de mim mesmo se torne verdade é
minha insegurança vá embora. 
A questão é não tenha medo, a vida é
curta demais para medos e insegurança. Esse post é apenas um conjunto de
pensamentos.
Boa semana meninas!  
23 • mar • 2015
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Dê você o seu valor!

Boa tarde meus amores!
Como, eu havia dito, eu tenho uma novidade linda pra vocês que eu ainda não vou contar (muahahahaha), e que por isso vou dar um time nas poesias, mas texto tá permitido! Texto pode sim!!!   
Bom, eu resolvi fazer esse textinho meio que de desabafo, e eu gostei bastante dele, diz respeito a quando a gente começa a se sentir pra baixo, porque muitas vezes não temos o reconhecimento que merecemos, e isso acontece em vários momentos da nossa vida, mas eu acho que em vez de se deprimir, o melhor a fazer é se reconhecer, continuar dando seu melhor, e seguir em frente, afinal, o mundo não para com quem quer te parar! 

  “Um dia, alguém vai olhar pra dentro de você, vai enxergar sua essência e o que há de melhor em ti. É, demora, eu sei!! E as vezes da aquela impressão que ninguém reconhece que você está dando seu melhor, que só querem apontar seus erros, parece que por mais que você esteja tentando andar pra frente, sempre vai existir pessoas tentando te atrasar… E se você quer saber bem a verdade, sempre vai ter mesmo! Em qualquer ocasião da sua vida, porque esse é o mal do mundo, e esta em todo canto… As pessoas, em sua maioria, se limitam apenas em sentir raiva, e esquecem até de viver suas próprias vidas, vai sempre ter alguém sentindo inveja, e empatando tudo ao redor dela! Vai sempre existir isso, e por mais que você esteja acostumado, você ficará frustado com certeza. A gente tem esses problemas de se decepcionar com as pessoas mesmo… 
  Mas acredite, ainda existe pessoas limpas, aquelas que te reconhecem, aquelas que querem te ver bem, que critica quando necessário, sim, porque criticas são o grande aprendizado da vida.. Mas também lembram de olhar pro seu lado certo, pros seus acertos e progressos… Claro, que na balança da vida, essas pessoas são as minorias… 
  O que você deve fazer na verdade, é em vez de esperar que essa pessoas rara cheguem, começar por si próprio a se valorizar. Parta de você mesmo, se olhe… Veja seu progresso, anote os. Veja sua luta, veja seus esforços, reconheça os! Não espere que parta dos outros, ninguém saberá o que você tem feito melhor que você mesmo, e cabe a sua própria consciência se orgulhar do seu presente. Feito isso, quando te virem de verdade, quando reconhecerem tudo que fez até agora, você irá transbordar, porque já está completo de si mesmo…” 


birds, girl, nature, sky, sunlight

Reflitam!!! Até a próxima..

                                                                     

01 • mar • 2015
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Sonhei demais


“Eu sempre sonhei que alguém se apaixonasse pelo meu sorriso torto, alguém que precise ouvir minha voz antes de pegar no sono. Alguém cuja a palma da mão, eu terei decorado cada detalhe e cravado a marca dos seus dedos entrelaçados. Um alguém fará você chorar e vice-versa, porém, terá um abraço que acolherá todos os erros. Alguém que talvez te odeie um dia e ame no outro. Alguém que sinta tua falta a cada segundo que passa. Alguém que realmente goste de você e faria tudo só para te ver feliz, dando a própria felicidade em troca da tua. Eu quero alguém que me fale que eu sou linda e não “gostosa” isso me ofende, claro que não vou ficar de cara feia se me chamarem de gostosa, mais eu gostaria de mas respeito comigo, não só comigo. Com as mulheres, elas são únicas com os seus defeitos, perfeitas do seu jeito estranho, mas são perfeitas. Mais, não vamos mudar de assunto. Já sorri de mil formas, era o que eu precisava: Amor. Era o que você tinha. E tudo sempre veio acompanhado dos meus pelos arrepiados, do meu coração batendo forte e da minha distração quando você falava muito. Foi assim que eu soube o quanto isso era forte. Aliás, o quanto isso é forte. Talvez você mude de país e de jeito. Talvez a minha loucura te afaste. Mais se for verdadeiro não importa a distancia, o que importa é que meu coração é teu e o teu é meu. Eu sei que posso dificultar as vezes de alguém se aproximar, mais é só medo de ser magoada novamente. Eu acho que já sofri o bastante até hoje e espero não sofrer mais. É impossível, eu sei. Mas pelo menos agora não, eu me sinto perdida dentro de mim. Eu não sei o que sentir e quando sentir, eu sou como uma bomba de sentimentos, eles vem na mesma horas e é angustiante. Confesso que fico olhando o religo para ver se as horas passam só para poder ver você passando pela minha rua, com ela. Não importa que esteja com ela, o que importa é que você está ali. Pra falar verdade, às vezes minto tentando ser metade do inteiro que eu sinto, pra dizer as vezes que às vezes não digo. Sou capaz de fazer da minha briga meu abrigo. Tanto faz não satisfaz o que preciso. Além do mais, quem busca nunca é indeciso. Eu busquei quem sou, você mostrou que eu não sou sozinha nesse mundo. Cuida de mim enquanto não esqueço de você. Cuida de mim enquanto finjo que estou bem comigo mesma. Só fica aqui, me fazendo cafuné.
Em quando eu entro em prantos por ter te deixado partir meu coração. Eu só estou fazendo isso, porque eu ainda não quero dizer adeus. Você foi muito importante e ainda continuara sendo muito importante na minha vida. Mas não vá ainda, espere mais um pouco. Deixe eu me acostumar com a ideia de acordar e não te ver do meu lado, sair de noite e só voltar no dia seguinte e você me esperando sentado no portão com aquele olhar triste, só me deixe as boas lembranças. Leve as ruins com você, mais espere um pouco. Ainda quero você na minha vida, por mas que tenha me machucado, não vá. Mas, eu não consigo. Não consigo ficar brava contigo, não consigo virar as costas para você e partir. É doloroso demais. Fica só mais um pouquinho, por mim? Fica vai, não custa nada.”

20 • fev • 2015
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Eles não entendem

É difícil para um pai ou uma mãe entender o que se passa na nossa cabeça, pior ainda é entender o que se passa na cabeça deles.

Eu não tenho problema nenhum com minha mãe aliás até entendo elas as vezes; nos nunca brigamos e muito menos discutimos. Então enquanto eu quando estou escrevendo esse texto disfarçadamente estou ouvindo Minhas amigas falando mal dos seus pais. Não que elas não amam ele mas sim porque é difícil entender que eles apenas querem que não passemos pelas mesmas coisas que eles passaram, muitas vezes nossos pais queriam enfiar na nossa cabeça que aquilo não é certo, mal sabem eles que precisamos quebrar a cara e aprender por nós mesmo, mal sabem eles que é assim que nós crescemos e aprendemos como nos virar. 

Vai, me conta… Sei que você já passou por coisas ruins e nem ao menos tocou no assunto com sua família isso tudo porque antes de avisaram que isso era errado e que você ia quebrar a cara mas mesmo assim você decidiu fazer. 


Poise quando a gente nasce os pais não recebem nenhum manual que ensine eles a nós criar, eles não sabem que as vezes nos faz mal mas acreditem eles fazem o melhor que podem é como eles mesmo dizem só quando você foi pai ou mãe vai entender!
Minha mãe foi criada em uma família muito reservada então muitas vezes ela não me entende não entende a geração de hoje, e não tem opinião formada sobre nós a geração coca-cola mas aos poucos mostro a ela que filho também ensina.

Então se você está agora meio chateada com alguma briguinha com seus pais pense bem porque eles são os únicos que dão as próprias vidas pela sua! 

Acho que se minhas amigas lê isso eu vou ficar encrencada porque ao invés de falar para elas na cara o que acho ( no instante da raiva) prefiro deixar elas p darem duas vezes e depois comento…
Espero que se você esteja brigada com seus pais pense bem pois eles estão aí com você para tudo que der e te ama muito!
Páginas     123

Último vídeo

Arquivo calendário

junho 2017
DSTQQSS
« maio  
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Pinterest

  • Como usar a sua park
  • Como usar veludo? Ca
  • 17991117_10911554143
  • Parece que 2016 foi
  • laura stone jeans e
  • butterfly tattoo / f
  • What insect is more
  • Preto Ombro Tatuagem
  • Veja nossa seleção c
Follow Me on Pinterest

Descrevendo Nuvens - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017 - Ilustração por Juliana Rabelo