Arquivo para edição - Descrevendo Nuvens
13 • fev • 2018
fotografia category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Jess Ribeiro

Apps para editar foto

O sonho do Instagram perfeito pode virar realidade. Eu sou apaixonada por Instagram que tem o feed todo organizadinho que as fotos combinam e pessoa se preocupa com a harmonia das fotos. Hoje resolvi compartilhar com vocês alguns aplicativos e também alguns filtros que eu utilizo para deixar um Instagram do jeito que eu amo.

Aliás, vocês me seguem no Instagram? Minha conta é @jessribeiro4 se for me seguir me manda um ano mensagem para que eu possa te seguir também. Se vocês quiserem um post de como conseguir mais seguidores eu posso ensinar também é só deixar nos comentários.O mais amado pelas blogueirinhas o VSCO também me conquistou, o aplicativo conta com diversos filtros além de ferramentas para melhorar sua foto. O aplicativo é grátis mas os filtros são pagos porém para quem quiser pode estar pagando pelo uso do aplicativo durante 1 ano, onde ele libera filtros exclusivos, eu tenho quase todos e estou pensando em sortear uma conta com alguns filtros do VSCO. O que vocês acham?

Os filtros que eu mais uso no VSCO é o S1, HB2, C1.

Esse com certeza é um dos aplicativos mais antigos do meu celular. Afterlight é cheio de filtros legais e alguns podem deixar a foto bem no estilo vintage, sabe? Infelizmente o aplicativo não é grátis, mas está disponível no Android e IOS.

Esse aplicativo não e exatamente para quem gosta de filtros. Ele é grátis e está disponível em quase todas a se plataformas. Para quem gosta de fundo branco, e de dar apenas alguns retoques na foto.

Bom, esses são os aplicativos que eu mais uso para edição de fotos no celular. Para quem quer um feed perfeito aqui estão algumas inspirações de filtro VSCO:

Espero que vocês tenham gostado do post, não se esqueçam de colocar nos comentários quais os aplicativos que vocês mais usam, e se vocês realmente querem o sorteio da conta do VSCO.

Até o próximo post! 🦄

Tags:
04 • mar • 2017
dicas category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Jess Ribeiro

10 fontes para o seu blog

Se você já esta no mundo dos blog’s já sabe que é super importante ter uma fonte legível para o blog, mas vocês sabe qual a importância de se ter um bom visual no blog? É realmente é só o conteúdo que importa? Não! Um layout organizado, um cabeçalho que expresse o conteúdo que você quer passar, uma boa fonte para o título do seu blog, todos esses fatores influenciam no modo como o seu visitante irá ver o seu blog. Eu não sei vocês, mas eu já deixei de comentar vários blogs por conta do Layout deles já me deparei com grandes acertos e também com blogs que eu mal consegui ler o nome.

Neste post deixo algumas dicas de fontes que estão sendo bastante usadas e como usá-las de forma a combinar com o seu cabeçalho. Separei as quinze fontes em três categorias:

Fontes tendência:

O uso de fontes no estilo caligrafia e manuscrita têm sido muito frequente em cabeçalhos de blogs, o que vocês chamam de moda, tendência. Muitas dessas fontes são pagas, mas para você que fica babando no Creative Market, mas não pode comprar, aqui vão algumas opções free para você dar um toque especial no seu cabeçalho.

Fontes essenciais:

O blog não é feito apenas de fontes manuscritas, eventualmente o seu leitor irá procurar por algo mais clean e de fácil leitura. Aqui vão algumas dicas de fontes para você usar em títulos de post, sidebar, prévias e em outros lugares, caso esteja procurando por um visual mais limpo. Algumas dessas fontes são bastante populares e vocês provavelmente vão reconhecer. Por serem mais “gordinhas”, aplicar efeitos de textura, aquarela, degradê, podem deixá-las bem interessantes.

Fontes para detalhes:

As fontes abaixo são ideais para detalhes e quando utilizadas junto com outras fontes que se destacam, podem dar um efeito especial no seu cabeçalho ou edição. A maioria delas é fina, então não adianta encher de degradês ou usar com cores muito claras, mas elas irão se destacar em edições mais limpas.

Download e dicas:

Bom, as dicas acima são baseadas no meu gosto, você pode usar da forma que achar melhor. Como falei em algum momentos deste post, vi algumas pessoas usarem essas fontes de forma a desvalorizá-las na edição, então aqui vão algumas considerações finais. Ao utilizar uma fonte, lembre-se sempre destas  3 características:

  • Tamanho
  • Espessura
  • Criatividade

O tamanho da fonte do título fica melhor quando é maior que o do texto de post do blog e obedece a uma certa hierarquia, por exemplo  título do blog é o texto com maior tamanho, o subtítulo é um pouco menor, o título dos posts menor ainda, e assim sucessivamente.

Observe sempre a espessura, não deixe sua fonte desaparecer em meio a um cabeçalho com muitas aquarelas e outros elementos. É importante que a cor seja algo que destaque seu título, mas também que não fique muito descombinado com o restante da sua criação. E por fim, criatividade. É fácil simplesmente pegar a fonte e escrever o texto da cor desejada, as vezes fica até legal, mas os programas de edições oferecem inúmeras possibilidades de personalização que quase sempre passam despercebidas.

Vale a pena testar uma sombra, um degradê, textura, ou até mesmo, para os mais animados, procurar um tutorial de tipografia para seguir e arrasar com um título único.

Então vamos aos downloads?

Carolyna Pro Black | Laser Metal | Kharisma | Movus BrushPen |  Myriad Pro |  Intrique Script | Lemon Milk | Roboto SlabCastro ScriptPea Roxy Girl

Espero que tenham gostado do post e não se esqueçam de me falar o que acharam dele e quais são suas fontes favoritas? Deixe nos comentários!

Um beijo um queijo e até o próximo post 

 

Último vídeo

Arquivo calendário

Abril 2018
DSTQQSS
« mar  
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930 

Pinterest

  • Banana "Ice Cream" 4
  • C.
  • ➕ Hello. Planner. I'
  • Are you looking to o
  • Post novo no blog de
  • CamilaRech.com.br: T
  • Home Office ~ Espaço
  • Quarto de solteiro c
Follow Me on Pinterest

Descrevendo Nuvens - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018 - Ilustração por Juliana Rabelo