Arquivo para Textos - Descrevendo Nuvens
15 • jan • 2018
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Jess Ribeiro

10 lições que eu aprendi em 2017

Eu sei que o ano já passou de 2017 já passou e que já estamos no dia 15 de janeiro e que esse post demorou demais para sair. Assim, atualmente os posts no blog, estão demorando 8 horas para serem feitos então é aceitável, né? Gente, meu calendário está atualizado e eu já estou me preparando mensalmente para tudo que vai rolar esse ano como: Curso, blog, vida, não vida, coisas externas, falta de dinheiro, trabalho… talvez eu já esteja ficando louca, mas só talvez.

2017 apenar de ter sido um ano muito revelador para mim, foi um daqueles que eu senti meu coração mais apertado (que eu vou falar no outro post para vocês) eu descobri muita coisa, chorei por muita coisa e vi que tudo no final deveria ser assim mesmo. E como se uma voz lá no fundinho do meu coração estivesse falando: Calma Jess, tudo vai dar certo! Lógico que eu não ouvi essa voz e me desesperei. Virginiano né amores, com a gente o que mais rola é: saiu dos trilhos fudeu tudo... deve ter algo a ver com nosso problema de perfeccionismo.

De qualquer forma passou…

2017 foi extremamente importante para mim eu saí totalmente da minha zona de conforto para testar tudo aquilo que eu era capaz. Acredite ou não. Eu trabalhava por 10 horas e saia do trabalho para estudar para o Enem com o descomplica (se quiserem um post só sobre como foi estudar com eles me falem) e eu ainda estava dando um jeito de manter a saúde algo que simplesmente foi bem complicado.

Complicado porque nesse ano eu fiquei muito doente, nunca tinha tirado tanto sangue na minha vida, fiquei com tanto medo de estar mais doente. Passou…
Eu estou aqui viva e bem para e enfrentar e viver tudo. E é isso que importa! Eu ainda não sou a garota forte que eu gostaria de ser, mas eu estou lutando para ser realmente aquilo que eu quero ser, tinha tanto medo. Medo de tudo eu chorava por tudo me sentia incapaz de ser melhor. Até coloquei na minha cabeça que eu deveria fazer uma faculdade que eu não gostava só para fazer.
Para aquela menina que sempre sentiu medo do amor, está amando…

É incrível como as coisas mudam, e continuam mudando. Eu ainda estou com medo, só que eu estou tentando mudar isso aos poucos criando pequenas metas e tentando chegar onde eu quero eu sei que esse medo vai diminuir.

E foi nesse grande processo de aprendizado e de grandes lições de 2017 foi:

1- Pessoas vem e vão:
Não adianta chorar e lutar para manter algo que não é verdadeiro. Digo isso porque durante o ano todo eu fui percebendo que eu não fazia falta quando não precisavam. Eu era a pessoa que chamavam quando estavam mal, mas também era a pessoa que esqueciam quando ficavam bem.

2- Não vale a pena lutar por aquilo que você não acredita:
Somos os ser s mais cabeça dura do universo, quero dizer que quando a gente mete algo na cabeça a gente tenta perseguir essa ideia até o fim. E não precisamos disso, as vezes desistir é a melhor opção.

3- É necessário encontrar um equilíbrio:
O que você quer e o que você pode são coisas totalmente diferentes. Tenha equilíbrio ou poderá se dar mal com escolhas erradas.

4- O amor aparece quando você não está atrás dele:
Corri tanto disso e não adiantou nada hahahahah

5- Quem quer corre atrás:
Percebi que as coisas estavam ruins porque eu não fazia nada para mudar aquela realidade, depois que eu saí da minha zona de conforto as coisas começaram a dar certo de novo.

6- Desistir faz parte:
Eu sempre cresci com a ideia que quem desiste é fraco, ano passado eu entendi que é normal e as vezes de grande importância desistir daquilo que já não está dando certo.

7- Está tudo bem se você se você não está bem:
Conheço pessoas que tentar estar bem sempre, como se essa pessoa estivesse brindada, sabe? Você não precisa ser assim. Está tudo bem se você não estiver de bom humor!

8- É muito bom ficar sem o celular as vezes:
Viver o mundo offline pode ser uma das melhores coisas que você pode fazer. Já reparou que todo mundo está um pouco viciado? Parece que a gente nasceu com o celular na mão e não conseguimos viver sem ele. Tente passar um dia sem mexer nele, só para vocês verem como é esquisito e libertador!

9- Sim, você pode!
Não importa o que falam ou o que pensam. Você nunca vai ser boa o suficiente para essas pessoas. Elas idealizam coisas que as vezes não existem e criam em suas mentes uma ideia de perfeição totalmente errada. Você pode ser, fazer ou criar qualquer coisa que quiser é só você não desistir.

10- Acredite em você:
Se você não fizer isso, dificilmente você irá chegar em algum lugar. Acho, que acreditar em você mesmo é uma das coisas mais importante que você deve ter. Confiança e amor por sí mesmo.

Eu pratiquei tudo isso em 2017, acabei deixando muita coisa de lado, porém agora sei que foi necessário e com certeza esse ano farei o mesmo e tentarei ser o mais forte possível para conseguir fazer com que eu mais quero! E você? Quais são as lições que você aprendeu no ano passado? E o que vocês esperam de 2018?

Espero que vocês tenham gostado do post

28 • dez • 2017
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Jess Ribeiro

Preste atenção nas dicas que a vida dá

Andamos tão preocupados em reclamar das coisas ruins acontecem em nossas vidas, tão determinados e certos de culpar ao próximo pelas nossas dores que acabamos não vendo que tudo é resultado de nossas escolhas e que as melhores coisas de nossas vidas foram as lições que aprendemos com as coisas ruins que nos aconteceram.

Choramos por perder quem amamos, mas não paramos para pensar que talvez a partida tenha sido o melhor remédio para trazer a felicidade. Nem sempre pensamos no quanto somos egoístas e egocêntricos tentando fazer com que todos prestem atenção em nós, esquecendo que o mundo não é só eu ou você, mas sim todos, todos aqueles que você ama, gosta, admira, odeia e até os que ainda não conhece.

Mas um dia acordamos e percebemos que nossa vida é boa, e que existem muitos outros em situações piores, mas que não se lastimam ou maldizem, e sim, sorriem! Simplesmente sorriem, por estarem vivos não com tanta saúde, amigos ou felicidade, mas por simplesmente poderem olhar para o céu e ver um lindo sol.

Se você tropeçou hoje, não fique triste, talvez a vida apenas queira te ensinar a desviar do buraco para que você não caia quando passar pela calçada amanhã. Se disse algo errado hoje, talvez da próxima vez irá pensar melhor antes da raiva encher seu coração.

Nem sempre a vida é tão boa, mas ela nunca tira de você algo que não se possa recuperar ou superar. Então sorria, pois hoje o dia pode estar nublado, mas amanhã, ele estará limpo, o sol vai nascer de novo e sem nenhuma nuvem para te impedir de senti-lo em seu rosto. Sempre haverão oportunidades, desde que você aprenda a respirar e ir com calma…

Tags:
20 • dez • 2017
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Jess Ribeiro

O corpo em evidência

 

Eu realmente pensei milhões de vezes antes de escrever esse post. Para falar bem a verdade, eu nem ia escrevê-lo, pois sempre achei que não é necessário falar sobre um assunto que já está em pauta nas redes sociais.

Decidi que só vou falar sobre isso, por conta dos diversos vídeos e comentários que eu li na internet. E acho que uma das minhas funções como blogueira e estar sempre alertando, informando e ajudando os meus leitores sobre qualquer assunto.

Como vocês sabem durante esse mês rolou um grande bafafá com a Bianca Andrade, mais conhecida como Boca Rosa. Ela tem mais de 13 milhões de seguidores contando toda as suas redes sociais com: Instagram, YouTube, Snapchat e etc…

Eu não vou entrar em grandes detalhes aqui com vocês, pois tenho quase certeza que a maioria já sabe sobre o que eu estou falando.

Acontece que foi dada uma grande responsabilidade na mão da Bianca e ela não soube muito bem como segurar isso. Bianca, é uma influenciadora e deveria tomar cuidado com o que diz ou faz pois isso pode sim causar um enorme impacto na vida de muita gente.

E sim, eu sei que o que ela faz na vida dela é problema dela, mas será que por algum minuto vocês pensaram nas pessoas que ela influencia? Tem milhões de garotas que estão com problemas relacionado ao peso, meninas que viam como ela era e se apagaram a ideia de que com pouca coisa e possível ficar com o corpão que ela tem.

Não estou de maneira alguma falando que é impossível, e sim que leva um certo tempo e muita disciplina ter um corpo bonito daquele jeito, e se vender como ela fez falando que era apenas com “comida da terra” e uma cinta modeladora não traziam resultados como aquele.

Eu não sou nada em comparação com grandes blogueiras e eu sei disso, mas sinto que é necessário comentar sobre isso já que eu por experiência própria sei o que é ter problemas alimentares.

Eu tenho esse blog a muitos tempo e depois que eu comentei sobre meu problema com anorexia recebi diversos e-mails de meninas que também já tinham passado por isso. Acreditem se quiser, a grande maioria era por conta de alguma artista, cantora ou celebridade que elas julgavam ter o corpo perfeito…

Vocês não precisam disso!

A Bianca trabalha com isso. E sabe o que isso quer dizer? Que ela estava tirando o sustendo dela das diversas campanhas patrocinada e também daquela cinta modeladora que ela falava que afinava a cintura. Ela trabalhando nesse meio de “saúde e beleza” seria muito óbvio que ela teria que ter o corpo que tem, fazendo lipo ou não as empresas procurariam mais ela e consequentemente ela ganharia mais dinheiro com isso.

Todo mundo erra e é lógico que ela não é perfeita. Ter feito lipo não era o problema o problema é que vender uma imagem que não é real. Eu vi milhões de meninas nas redes sociais dela totalmente chateadas por que fizeram a mesma dieta que ela e não obtiveram resultados, que compraram aquela cinta modeladora caríssima e não adiantou de nada ela decepcionou e o pior não pediu desculpas…

Na edição de novembro de revista da Elle eles fizeram uma maneira incrível com a modelo Candice Huffine que é uma modelo plus size ela passou por diversos problemas por conta do seu peso, mas hoje ela é conhecida mundialmente e ela na entrevista para a revista disse a seguinte coisa: “Você pode ser um grande profissional, ter muitos amigos, sair para dançar e nada disso tem a ver com seu corpo. Não precisamos focar o tempo todo só no corpo. Precisamos focar numa vida inteira e completa.

Acho que essa é uma lição que deveríamos levar para vida….

29 • nov • 2017
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Jess Ribeiro

Não precisa ter medo de desistir

Durante toda essa minha caminhada para me reencontrar decidi que era necessário desistir de algumas coisas. Aprendi que desistir não era um sinal de fraqueza e sim de cansaço.

Cansaço esse quem é consumia ao longo do dia e mal me deixava sair do sofá depois de um dia todo trabalhando, estudando e ouvindo reclamações.

Eu estava cansada. E meu Deus como eu já repeti isso para vocês. Talvez antes eu não tivesse percebido o quanto eu estava destruída e exausta.

Talvez a palavra novembro surja bem mais de uma vez aqui.
Nesse momento pegando os cacos que sobraram para reconstruir com fitas adesivas estou reencontrando os melhores pedaços para montar o que um dia eu fui. Aquela pessoa que mesmo depois de muita tempestade eu conseguia me recuperar. Eu sei, entender o que se passa na nossa cabeça em meio à tempestade e muito difícil porém antes isso não me desanimar.

O meu retorno aqui é nada mais do que um pedacinho dos cacos que eu estava querendo reconstruir e consegui encaixar em mim mesmo, ainda um pouco incompleto porém totalmente meu.

Em novembro eu me superei mais do que imaginava, consegui superar uns obstáculos, consegui reconstruir conceitos, consegui me entender melhor e tudo isso em menos de um mês!

Agora, que chegue Dezembro e que coisas maravilhosas chegue junto!

Tags:
09 • nov • 2017
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Jess Ribeiro

Aquele dia eu finalmente entendi

Depois de tanto tempo sem poder conversar com vocês, finalmente as coisas estão começando a voltar como era antes. Eu estou cheia de ideia para o blog e para minhas outras redes sociais. Estou dedicando parte do tempo para estudar como posso melhorar as coisas por aqui sem deixar minha essência de lado. Ou seja, eu estou procurando melhorar ainda mais meu blog deixando ele a minha cara e só com as coisas que eu gosto ou acho importante.

Como vocês sabem eu apaguei vários posts aqui no blog quando comecei ele comecei por começar, adorava escrever, mas comecei sendo um mera cópia de outros blogs que já existiam na internet, achava que os posts que eles faziam era melhor que o meu e merecia bem mais atenção pois eram lindos e cheios de informações. Informações essas que não esta agregando em nada na vida de ninguém e dificilmente alguém lembra de um desses posts.

Hoje eu percebo que as pessoas só dão atenção de verdade a post feitos do coração. Aqueles que as vezes a pessoa não quer passar nenhuma informação, mas faz com todo carinho possível e independente da informação que transmita a gente sente que a pessoa ama o que faz.

Outubro para mim foi finalmente aquele mês que eu decidi o que queria. Eu sabia que não ia abandonar o blog como algumas pessoas falaram mas, também não queria desistir do meu estudo e trabalho e equilibrar isso em uma balança foi mais difícil do que eu imaginava.
Eu finalmente consegui colocar uma resposta nas questões que antes eu não conseguia responder.

Aí como esta perfeito esse meu mês de novembro, não sei se é porque minha época favorita do ano está chegando ou se é por puro alívio já que grande parte das minhas provas estão passando ou se já passaram e eu me sai mais bem do que imaginava.

Realmente como eu tinha dito nos meus outros posts sobre recomeço. Não é nada fácil, mas é reconfortante.

Acho que finalmente entendi o porque do tempo passa de uma forma tão rápida. Não suportaríamos ficar tanto tempo aguentando um mesmo problema. Afinal, temos que seguir em frente!

Até o próximo post pessoal.

Tags:
02 • nov • 2017
textos category image
Postado por:

Jess Ribeiro

Jess Ribeiro

E como foi recomeçar?

Vou te falar, não tem sido nada fácil! Porém só de saber que eu posso recomeçar depois de tanto tempo já é motivo o suficiente para agradecer.

Me disseram que seria difícil demais fazer isso, e quiseram que eu desistisse por que poderia falhar e me arrependeria de ter tentado de novo, mas para falar à verdade recomeçar para mim tem sido um alívio.

Alívio esse que tenho alimentado cada vez mais já que para mim estava sendo sufoco ter que administrar tanta coisas na minha vida. Estou me sentindo mais leve. Entende?!

Não estou falando que está fácil, e sim que antes eu não estava me sentindo confortável e isso estava me deixando muito mal e esse mal estava me consumindo tanto que estava difícil sair de casa. Dizem as más línguas que eu estava ficando doente, mas creio que não seja isso.

Mas, eu Jessica a pessoa mais persistente do mundo não iria deixar que a tristeza me consumisse tanto assim. Parei tudo que estava fazendo para olhar para mim mesmo no espelho e ver talvez aquilo que eu não queria ver antes.
Eu estava me tornando na pessoa preguiçosa e mais cheia de desculpas que eu conheci em toda a minha vida.

E eu não queria ser assim.

Retornei a olhar outra vez, lavei o rosto e arrumei o cabelo dizendo para mim mesmo que seja como for eu vou alcançar o que eu quero. E que recomeçar faz parte da vida, mesmo que não seja fácil.

Que venha novembro e que a vida se torne mais leve…

Páginas     123... 11»

Último vídeo

Arquivo calendário

Fevereiro 2018
DSTQQSS
« jan  
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728 

Pinterest

  • Post novo no blog de
  • CamilaRech.com.br: T
  • Home Office ~ Espaço
  • Quarto de solteiro c
  • Walnut Butcher Block
  • Hello, Apartment The
  • 15 modelos de quarto
  • Serendipity - Melina
Follow Me on Pinterest

Descrevendo Nuvens - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018 - Ilustração por Juliana Rabelo